Conheça o mercado de escritórios de Belo Horizonte

Neste novo vídeo no canal da Buildings no Youtube, Christofer Mariano traz os números da cidade de Belo Horizonte. Esta possui um estoque de 2,7 milhões de m², distribuído em 566 edifícios de lajes corporativas e offices (todas as classes).

A ocupação na cidade é de 2,3 milhões de m² com uma taxa de vacância de 14% (fechamento do 3º trimestre). O universo corporate corresponde a 1,4 milhões de m² com 16% de taxa de vacância.

Quando se fala sobre o mercado de alto padrão são 560 mil m², com 13% de taxa de vacância.

Um destaque importante que apresentamos no vídeo é sobre a ocupação desses edifícios: 30% deles ocorre por órgãos públicos. Brasília também tem esse perfil, claro, mas Belo Horizonte vem logo em seguida. Na sequência, 16% são ocupados por empresas de energia e mineração. Bancos, empresas de tecnologia, advocacia e outros fecham o perfil dos empreendimentos.

Um dado interessante também é sobre o aumento do coworking na cidade. Embora represente apenas 1%, esse mercado está crescendo.

Também existem vários fundos de investimento imobiliário que possuem ativos na cidade. Entre eles, se destacam
quatro listados na bolsa: o BB Progressivo, o Mercantil do Brasil, o KNRI e o fundo imobiliário Pedra Negra (que possui quatro edifícios na cidade, entre 70 a 80 mil m²).

>> Inscreva-se no canal da Buildings no Youtube.

CRE Tool

A Buildings monitora todo o mercado de edifícios corporativos de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, além de mais 15 cidades do Brasil. Por meio da plataforma CRE Tool realiza um trabalho detalhado de pesquisa, com uma grande riqueza de detalhes atualizados trimestralmente.

OUTROS VÍDEOS

Para conhecer mais sobre o trabalho da Building, confira outros vídeos:

– Buildings e Funds Explorer: saiba sobre a parceria e nova plataforma de dados imobiliários. CLIQUE AQUI.
– Resumo das notícias do mercado imobiliário corporativo – #002 CLIQUE AQUI.
– O que avaliar antes de investir em fundos imobiliários. CLIQUE AQUI.
– RECT11 – Ativos, dividendos e análise da taxa de vacância do fundo. CLIQUE AQUI.
– VINO11 – Análise completa sobre o FII da Vinci Partners. CLIQUE AQUI.
– Fundo de Fundos ou Fundo de Tijolo? Entenda as diferenças. CLIQUE AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + 14 =