Vídeo novo no canal: análise completa do fundo KNRI11 da Kinea Renda Imobiliária

KNRI11. Foto (site da Suno)

 

Neste novo vídeo, Fernando Didziakas faz uma análise completa do fundo imobiliário KNRI11, da Kinea Renda Imobiliária, que possui portfólio diversificado de empreendimentos de alto padrão.

O fundo possui mais de 90 inquilinos de empresas de grande porte, com imóveis comerciais em São Paulo (a grande maioria), bem localizados na cidade e de padrão classe A. Além disso, também possui empreendimentos logísticos no raio entre 30 e 60 km da capital paulista, localizados em Cajamar.

Este fundo possui 106 mil m² de ABL em 12 projetos de escritórios com taxa de vacância de 20%. Além disso, possui mais 638 mil m² de empreendimentos logísticos com apenas 7% de taxa de vacância. Dispõe também de 46 mil m² disponível para locação.

Galpões logísticos

Global Jundiaí e Prológis: ficam no raio entre 30 e 60 km da capital de São Paulo. Eles performam melhor nos raios mais próximos à capital paulista. Eles estão na faixa intermediária e os dois são de padrão classe A.

Global Jundiaí: basicamente de 2012 e 2017 esteve 100% locado. Em 2019 apareceu uma vacância maior. Eles têm 6 empresas dentro do condomínio.

Prológis: ele também tem histórico de taxa de vacância baixa. Esta área alaranjada no gráfico está em projeto. Em 2018 apareceu uma pequena área disponível. Atualmente a vacância está em 51% – saiu no 2T de 2021. A gestora precisa de um tempo para repor este inquilino, mas não é nada muito grave.

Neste vídeo, vamos falar sobre todos os edifícios comerciais que compõem o portfólio do fundo, localizados na capital paulista (maioria), Rio de Janeiro e MG, histórico da taxa de vacância, inquilinos e muito mais.

Escritórios de alto padrão

Rochaverá

A vacância é grande no Rochaverá, localizado a 11 minutos da Chucri Zaidan. Pontos positivos: altíssimo padrão e vacância baixa, possui imagem corporativa muito boa, além de ótima localização. Ponto de dificuldade: excesso de ofertas na região, com isso os inquilinos têm mais opções para pesquisar e alugar.

Madison Buildings

Está localizado numa região primária de São Paulo, no coração da cidade. Todos os ativos do fundo ficam nessas regiões. De 2017 a 2020 ficou 100% locado. No final de 2020 e início de 2021  (três últimos trimestres) surgiu vacância em razão deste  momento de pandemia vivido. Mas o empreendimento está bem localizado na Vila Olímpia.

Condomínio são Luiz

Parece antigo à primeira vista (olhando sua fachada), mas tem passado por um processo de retrofit e modernização impressionante. Por dentro, o imóvel está bem diferente, possui uma localização muito boa e tem um histórico de vacância controlado. A vacância aumentou com as reformas, claro, e quando zeraram a taxa de vacância veio a pandemia. E agora está estabilizada em 13%.

Rochaverá torre B

Este imóvel possui apenas 800 metros de vacância.

Bela Paulista

Empreendimento de alto padrão tendem a performar muito bem. Apareceu vacância no 3T de 2020, mas agora está maior em razão da pandemia. Em 2009 passou por retrof, aumenou a vacância e depois reduziu. Antes da pandemia estava boa.

Joaquim Floriano

Edifício mais antigo, construído em 2004, hoje padrão classe B. Desde 2017 estava zerada a vacância. Em 2020 foi afetado por causa da pandemia

Athenas

Região de Pinheiros, novamente outro edifício bem localizado em São Paulo.

Confira abaixo o vídeo na íntegra:

Lembrando que por meio da plataforma CRE Tool (utilizada no vídeo), é possível obter todas as informações sobre o mercado logístico, de escritórios e fundos imobiliários.

>> Conheça a ferramenta CRE Tool

Confira os vídeos mais recentes do canal:

Confira também os vídeos da Série Cidades:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × dois =