Confira os principais destaques do mercado de escritórios e logístico em 2021

Estamos chegando ao final de mais um ciclo para o mercado imobiliário. Considerando todas as movimentações que ocorreram até aqui, desde janeiro, neste novo vídeo no canal da Buildings no Youtube, relacionamos alguns dos principais destaques do mercado de escritórios e setor logístico durante o ano de 2021. Também elencamos alguns pontos de atenção importantes para ambos os setores, e trouxemos algumas projeções possíveis para o ano que vem.

O que podemos esperar de boas notícias e quais pontos merecem maior atenção?

Mercado de Escritórios

Não existe tanta novidade para o mercado de escritórios diferente do que temos compartilhado até aqui em artigos, vídeos e análises anteriores. Um ponto de atenção – que deixou o mercado apreensivo ao longo de 2021 – foi sem dúvida, a quantidade de devoluções de espaços por parte das empresas.

O setor sofreu bastante com a pandemia, não apenas pelo teletrabalho que precisou ser adotado, mas também pelo fato da economia não ter andado como geralmente ocorre em um ano normal, sem crise desta dimensão.

O que vale destacar é que agora, no final do ano, já temos uma visão mais clara do impacto real trazido pela pandemia. Das muitas empresas que conversamos são raríssimas as que ainda não voltaram suas atividades presenciais nos escritórios, ainda que seja no modelo híbrido. Praticamente todo o mercado já retornou a trabalhar alguns dias da semana. E nós entendemos que isso irá permanecerá para o futuro.

Pontos Positivos

O volume de devoluções foi grande, mas não foi efetivamente o causador do aumento da taxa de vacância. Como dito anteriormente, o que causou esta vacância alta foi o grande volume de novas entregas de empreendimentos comerciais de alto padrão.

E a entrega de novos empreendimentos no setor é sempre uma boa notícia, pois mostra investimentos no setor.

Quando olhamos para o 3T/2021, o fechamento entre setembro e outubro, do mercado de escritórios de alto padrão, ele já inverteu a conta. Houve uma absorção líquida positiva, ou seja, houve mais ocupações de espaços que devoluções.

Ponto de Atenção

O ponto de atenção que fica para nossa análise diz respeito à quantidade de devoluções de espaços, que aumentou a taxa de vacância, de 13% na cidade de São Paulo, para 21% (3T/2021), falando especificamente do mercado corporativo.

Também houve aumento da taxa de vacância no Rio de Janeiro e outras cidades importantes.

Mercado Logístico

Pontos Positivos

Falando sobre o setor logístico, o ano foi muito positivo e de crescimento. Em 2021 houve grandes absorções (entregas) e queda drástica da taxa de vacância. Quando olhamos para 2017, o índice na ocasião era de 25%, e de lá para cá veio caindo trimestre após trimestre. E em 2020 e 2021, com a pandemia a todo vapor, a taxa de vacância despencou. As empresas de e-commerce foram as grandes tomadoras de espaços responsáveis por isso.

Neste 3T/2021 tivemos um recorde na série histórica, desde 2014, em que houve o maior índice de metros quadrados absorvidos.

Pontos de Atenção

Houve aumento no custo de construção: com toda esta estabilidade econômica e a inflação lá em cima, o custo de construção também aumentou muito. Para os desenvolvedores, ficou mais difícil construir em razão do custo dos materiais. Atrelado a isso, houve também a falta de aumento nos valores de aluguel. E isso ocorre porque quando olhamos de forma macro, ainda temos muita oferta, empreendimentos em construção.

Na medida que o setor absorve bem e entrega novos empreendimentos, ele acaba ficando equilibrado e impedindo que os preços de aluguéis cresçam exponencialmente.

Leia também:
 Qual modelo de escritório é ideal para o seu negócio?
Locações de escritórios voltam a subir em 2021, reportagem da Jovem Pan News
– Escritórios de alto padrão voltam a receber pessoas e animam setor de locação, matéria da Folha de S.Paulo

Como estamos projetando o mercado para 2022?

Pontos positivos do mercado de escritórios

A falta de novos empreendimentos. Devemos considerar que o que temos projetado de entrega é uma quantidade bem menor que 2021 e 2020. Cerca da metade destes dois últimos anos. O mercado vai entregar menos e isso inibe a taxa de vacância.

O grande volume de devolução já passou também. Quem tinha interesse em devolver, já fez isso. Sempre haverá devoluções de espaços porque isso faz parte da movimentação do mercado, mas o volume destes dois anos de pandemia mais intenso não deve se repetir em 2022. Talvez no primeiro semestre será ainda o momento de busca de estabilidade e a expectativa é que a taxa vacância caia depois disso.

Ponto positivo e de atenção do mercado logístico

O setor não demonstra possibilidade de crise ou exaustão. Talvez não cresça tanto quanto neste ano de 2021.

Sobre ponto de atenção, há um volume de empreendimento em construção com entregas no curto prazo.

Até novembro deste ano, havia 4 milhões de m² em construção a nível Brasil (atividade construtiva), e nós estamos fechando o mês de dezembro com 5,1 milhões de m². É um volume muito grande e fatalmente isso fará com que haja aumento da taxa de vacância.

Confira abaixo o vídeo na íntegra e não deixe de se inscrever no nosso canal do Youtube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + 8 =