Confira o fechamento dos dados do 3T2020

Confira os dados do fechamento do 3° trimestre para edifícios classe A na cidade de São Paulo e Rio de Janeiro.

O mercado corporativo de alto padrão em São Paulo

Podemos observar pelo descritivo abaixo que no universo corporate Classe A de São Paulo, tivemos o acréscimo de 1 edifício no fechamento do 3TRI. Saímos de 246 para 247 prédios. Trata-se da entrega do Birmann 32 localizado na região da Nova Faria Lima. Para saber mais sobre o empreendimento, clique aqui.

Com esta entrega, o estoque total também aumentou em 50 mil m², saindo de 4,031 milhões de m² para 4,081 milhões de m².

O estoque ocupado diminuiu em 55 mil m², saindo de 3,480 milhões de m² para 3,425 milhões de m².

Já quando olhamos para o estoque disponível, ele cresceu em 105 mil m², saindo de 551 mil m² para 656 mil m².

A taxa de vacância no universo corporate Classe A de São Paulo teve um aumento, saindo de 13,67% no 2TRI para 16,08% no 3TRI.

É importante também olharmos para o impacto projetado até o final de 2020. Em relação ao novo estoque, há 195,9 mil m² para serem entregues ainda em 2020. Em se tratando das devoluções anunciadas são 71,9 mil m². E as previsões sobre a taxa de vacância apontam que fecharemos o ano em torno de 21,6%.

O mercado corporativo de alto padrão no Rio de Janeiro

Podemos observar pelo descritivo abaixo que no universo corporate Classe A do Rio de Janeiro, tivemos o decréscimo de 2 edifícios no fechamento do 3TRI. Eram 129 no 2TRI e agora está em 127 (3TRI). Segundo os critérios de classificação adotados pela Buildings, os edifícios classe A que quando completam mais de 20 anos são reclassificados.

Com isso, o estoque total também diminuiu, saindo de 1,801 milhões de m² para 1,769 milhões de m².

O estoque ocupado sofreu uma pequena diminuição, saindo de 1,099 milhões de m² para 1,082 milhões de m².

O estoque disponível também diminuiu, de 701 mil m² para 687 mil m².

A taxa de vacância no universo corporate Classe A do Rio de Janeiro manteve-se praticamente a mesma: saiu de 38,96% no 2TRI para 38,84% no 3TRI.

Na prévia projetada para o final de 2020 existem 34,8 mil m² de novo estoque para ser entregue. Em se tratando das devoluções anunciadas o número é de 4,5 mil m². E a prévia da taxa de vacância deve fechar o ano em torno de 38,3%, ou seja, com uma leve diminuição.

Os dados apresentados acima foram extraídos da plataforma CRE Tool, o BigData do Mercado de Real Estate. Além do Rio de Janeiro e São Paulo, a Buildings monitora todos os edifícios comerciais de outras 15 cidades no Brasil, bem como de todos os condomínios industriais e logísticos em todo o território nacional.

Quem já é cliente da Buildings conhece bem a plataforma CRE Tool e sabe das funcionalidades e consultas que ela oferece.

E para aqueles que ainda não conhecem, mas têm interesse em obter mais dados e informações sobre o mercado imobiliário corporativo, convidamos a conhecê-la clicando abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − três =