RICS amplia atuação na América Latina – Em 2015/2016, além do Brasil, a organização ampliará atuação também no México, Chile e Colômbia.

Foto: Can Stock Photo / SergeyNivens

A Royal Institution of Chartered Surveyors (RICS), maior organização internacional em todo ciclo imobiliário, iniciou suas atividades em 1868, no Reino Unido, e atualmente está presente em 146 países. No Brasil desde 2011, a instituição está ampliando a sua atuação para outros mercados da América Latina, com foco inicial no México, Colômbia e Chile.

O objetivo de tal medida é ampliar a divulgação mundial dos padrões internacionais de excelência profissional, além de facilitar a compreensão de tais padrões por parte dos agentes de mercados de mais localidades, atingindo investidores internacionais e beneficiando a sociedade como um todo.

Marcia Ferrari, Head de Desenvolvimento da RICS para a América Latina, está a frente desta operação: “Sinto-me honrada em promover a marca na América Latina, reforçar standards e oferecer aos profissionais de Real Estate e Construção o acesso ao status mais desejado do mundo no nosso mercado: FRICS/MRICS.”

Para dar início aos trabalhos nas regiões, a RICS e a Unión Panamericana de Asociaciones de Valuación (UPAV) assinaram, em outubro de 2015, um memorando de entendimento que reforça o relacionamento entre as associações e a promoção dos padrões de avaliação internacional (Red Book/IVSC).

Além da parceria com a UPAV, a RICS marcou presença em importantes eventos do setor, que fazem relação com a chegada da instituição em tais regiões da América Latina. Em dezembro, por exemplo, esteve no Real Estate Forum 2015, no México. Na ocasião, Nick Talbot, presidente do International Valuation Standards Council (IVSC) e diretor global de desenvolvimento da RICS, explorou, no painel “Valuation: Advice on Mexican Real Estate”, a importância dos padrões internacionais para o setor imobiliário. Na mesma semana, Nick Talbot e Marcia Ferrari participaram de uma mesa redonda promovida pelo Instituto de Administración y Avaluos de Bienes Nacionales (INDAABIN), órgão ligado à Secretaria de la Función Pública, para discutir os avanços na gestão de ativos do setor público. Junto com este mesmo órgão (INDAABIN), Marcia Ferrari, em conjunto com Lawrence Melton e Charles Dilley, deu o “kick-off” na pesquisa sobre gerenciamento de ativos públicos, que será realizada por todo o mundo, em países como Estados Unidos e diversos outros na Europa. Na visita ao México, foi possível, ainda, se aproximar do setor de construção por meio da participação em um evento promovido pelo Urban Land Insitute (ULI) sobre as melhores opções de Investimento Imobiliários para 2016.

Para reforçar a presença em território Mexicano, a RICS fará, em Maio de 2016 – em parceria com a ULI – a primeira conferência internacional das Américas, o RICS Summit MX2016, que abordará a visão de diversos players do mercado sobre as seis áreas de ação apontadas no relatório RICS Futures.

Estarão em pauta assuntos como Ética, International Property Measurement Standards (IPMS) e regulamentação como forma de trazer credibilidade aos membros RICS junto às instituições financeiras, seguradoras e demais stakeholders.

Fonte: Buildings

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 6 =