“FIIs: vacância de escritórios deve diminuir no 2º semestre, diz especialista”, matéria da Exame

Em matéria publicada pela jornalista Bianca Alvarenga dia 23/01, na EXAME, Fernando Didziakas fala sobre vacância de escritórios voltados para FIIs, que deve diminuir no 2º semestre. Didziakas participou do programa FIIs em EXAME e falou sobre as perspectivas para o setor imobiliário em 2021.

Escritórios: os funcionários devem estar na visão estratégica das empresas. (Germano Lüders/Exame)

 

Apesar da chegada da tão esperada vacina, ainda não se sabe quando a pandemia do coronavírus vai acabar. Mas na visão de Fernando Didziakas, sócio diretor da Buildings, empresa de pesquisa do mercado imobiliário, o horizonte para os fundos de investimento imobiliário (FIIs) começa a ficar mais claro.

Ele conta que a taxa de desocupação dos escritórios aumentou durante a pandemia, em razão da diminuição da demanda e da devolução de espaços. Por outro lado, as empresas perceberam que o ambiente físico não é dispensável, e o modelo híbrido (uma mistura de home office com trabalho presencial) será o mais adotado em 2021.

Didziakas participou na última sexta-feira, 22, do programa FIIs em EXAME ao lado do professor Arthur Vieira de Moraes, da EXAME Research.

“São raríssimas as empresas que estão dizendo que vão aderir 100% ao regime remoto e que vão abrir mão de ter uma operação de escritório. Uma vez superada a crise de saúde, o novo normal tende a ser mais parecido com o antigo normal do que com o que estão dizendo por aí”, diz o diretor da Buildings.

>> Leia matéria completa na Exame

CONFIRA TAMBÉM OUTRAS MATÉRIAS PUBLICADAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 6 =