Acesso para todos os mercados

Além de utilizar a mesma tecnologia do CRE Tool, nova versão da plataforma Acesse permite visualização de informações por meio de plano gratuito.

Na última década, o mercado imobiliário corporativo exigiu melhorias consideráveis – em quantidade e qualidade – no trabalho de todos os tipos de empresas e profissionais do setor. Na medida em que o estoque crescia e os padrões de qualidade eram cada vez mais definidos e elevados, a quantidade de informações sobre o mercado em geral e sobre cada um dos empreendimentos aumentava. Se antes a preocupação de uma empresa ao locar o espaço consistia na localização, na metragem, no preço e em alguns outros poucos itens, hoje a lista é bem maior. Mas a boa notícia é que também existem mais opções.

Mas como os diversos tipos de empresas que têm interesse neste mercado podem se organizar em meio a tantos dados e informações? É justamente para solucionar essa questão, de forma ampla, que o trabalho da Buildings é fundamental. Há 13 anos coletando e oferecendo dados detalhados sobre empreendimentos comerciais por todo o Brasil, a empresa também está sempre em busca de melhorias e de sinergia com o setor para definir quais são as melhores formas de oferecer acesso ao banco de dados, que é atualizado constantemente.

Em 2009, quando a empresa já oferecia dados para os players há alguns anos por meio de outras ferramentas, foi lançado o CRE Tool, que até hoje é fundamental para o desenvolvimento do trabalho de empresas de diversos mercados. Com o passar do tempo, a equipe da Buildings notou que outros tipos de profissionais, liberais ou empresas com uma demanda mais específica, precisavam de algumas das informações da base de dados, mas que assinar o CRE Tool, em muitos casos, era algo exagerado, já que não era preciso acessar tantos empreendimentos e tantos detalhes. Nestes casos, trata-se de um custo desnecessário. Com isso, em 2015 foi lançada a primeira versão do Acesse. Trata-se de uma ferramenta que funciona com um sistema de assinatura mensal, que tem como base a quantidade de empreendimentos que o usuário precisa acessar durante os 30 dias seguidos à assinatura. Ou seja: se a demanda é ter acesso às fichas de 10 empreendimentos, o usuário assina um plano para essa quantidade e “gasta” os seus créditos mensais – um por prédio – somente com o que precisa.

Com o lançamento da ferramenta, a Buildings passou a ser importante não somente para as grandes empresas, mas também para empresas menores ou com demandas menores, tais como prestadores de serviço, pequenas e médias imobiliárias, profissionais liberais, entre outros interessados.

A nova era do Acesse

De 2015 até o atual momento, a equipe da Buildings não parou de observar o mercado, com a finalidade de entender as demandas e aplicar melhorias em todas as suas ferramentas. E o Acesse, obviamente, não ficou fora do radar.

Neste começo de 2019, a empresa apresentou ao setor e aos diversos clientes uma nova versão da plataforma. O primeiro destaque é a utilização da mesma tecnologia empregada no CRE Tool. Isso significa que não somente a interface, por meio de um sistema de navegação em abas em duas linhas, foi otimizada. Hoje, o Acesse desfruta da mesma velocidade, agilidade e inteligência do CRE Tool.

Ao fazer o login no sistema, por meio do navegador web diretamente de uma página do Acesse, o usuário encontra, logo na primeira tela, todas as informações e ferramentas que precisa, tais como a lista de imóveis habilitados para o plano, o histórico das últimas buscas, a listagem dos imóveis mais visualizados, as informações sobre o plano que está utilizando e, até mesmo, um link para assinatura gratuita da revista Buildings. E essa tela inicial pode ser acessada a qualquer momento do uso apenas clicando na primeira aba da linha superior de abas.

Independentemente de em qual aba o usuário está, ele tem acesso à barra de busca de imóveis. Neste espaço ele pode encontrar o que procura digitando o nome ou o endereço do empreendimento. Desta busca, o sistema leva o usuário à uma tela com o retorno da pesquisa e com um mapa de localização. Já nessa primeira tela pós-pesquisa, é possível visualizar a classificação do empreendimento, se ele é monousuário ou condomínio e o endereço. É interessante destacar que, se a busca retornar mais de um resultado, o mapa mostra a localização de todos eles.

Quando o usuário clica em um empreendimento, rapidamente uma nova aba é aberta e ele tem acesso às informações que precisa. É válido destacar que é possível manter várias abas abertas, cada uma com um empreendimento, o que pode facilitar muito o trabalho de pesquisa e de comparação.

Boas informações para todos os mercados

Desde a criação da primeira versão do Acesse, a intenção da Buildings sempre foi democratizar as informações sobre o mercado. Ou seja, com uma base de dados única em detalhes, qualidade e atualizações, nada mais correto do que fornecer tais informações a todos as profissionais e empresas que delas precisam para desenvolver os seus negócios e ajudar no crescimento do setor.

Atualmente, o banco de dados da Buildings conta com dados de mais de 6.900 edifícios de escritórios (São Paulo, Rio de Janeiro e outros 14 Estados) e de mais de 800 condomínios logísticos e industriais em praticamente todos os Estados. São quase 100 milhões de metros quadrados em empreendimentos comerciais cadastrados. E tudo isso é atualizado constantemente. Isso tudo sem contar, ainda, com a ágil inserção de novos empreendimentos e do acompanhamento da atividade construtiva. Neste ponto é que surge uma das principais novidades do sistema. Agora, além dos planos pagos, existe um plano gratuito, bastando que o profissional faça um cadastro para ter acessos a todo esse montante de dados.

Com esse plano gratuito, o usuário acessa a mesma interface de todos os outros usuários e consegue visualizar diversas informações sobre os empreendimentos, tais como: foto, data de entrega, medida do pé direito, quantidade de andares, quantidade de vagas na garagem por andar, tipo de ar-condicionado, medidas dos andares tipo, quantidade de subsolos, número total de vagas da garagem, certificação ambiental, construtora, incorporadora, informações sobre os banheiros, heliponto, auditório, bicicletário, detalhes sobre os banheiros, detalhes sobre a segurança e o sistema de incêndio, entre outras informações, como sobre os elevadores e sistema de automação predial (BMS). A mesma coisa se repete para condomínios de galpões, com diferenças em relação somente ao tipo de informação, como capacidade do piso, quantidade de docas e outras especificidades.

Ou seja, apenas com o plano gratuito é possível ter acesso a um leque de informações bem importantes, um verdadeiro raio-x do empreendimento. E todas essas informações aparecem logo na tela seguinte ao clique no nome do empreendimento, que aparece depois de uma busca ou por meio dos atalhos da tela inicial (mais buscados ou histórico). A visualização dessa tela revela a segunda linha de abas. Nessa segunda linha o usuário de um plano gratuito visualiza não somente essa aba de ficha técnica, mas também uma aba com o mapa ampliado.

Caso o usuário queira mais informações e detalhes, ele pode assinar um plano pago, pensado para atender justamente o que ele precisa, tanto em quantidade de empreendimentos quanto de informações. Para cada empreendimento que ele precisar de mais informações, ele gasta um crédito. Confira, na tabela a seguir a diferença entre os planos:

O usuário pode assinar planos mensais de 10, 20 ou 40 imóveis. Os preços variam conforme o plano escolhido e a quantidade de empreendimentos. Depois de assinar, basta navegar pelo sistema e escolher quais empreendimentos que quer desbloquear para ter acesso às demais abas. Os empreendimentos desbloqueados ficas disponíveis por um mês.

Ainda mais alinhado com as demandas

Desde que foi lançado, o Acesse chamou a atenção de diversos mercados e profissionais que passaram a trabalhar com mais profissionalismo e mais embasados em dados. Agora, essas frentes de trabalho podem acessar gratuitamente muitas informações que precisam, mas, se precisarem de mais dados, não precisam gastar muito e nem se prender a uma assinatura, já que o sistema permite essa flexibilidade.

Além de todas essas vantagens, é válido lembrar que a Buildings está sempre atualizada com as tecnologias necessárias em todos os pontos dos seus negócios. Isso significa que tudo o que diz respeito à cadastro e assinatura conta é feito digitalmente, de forma fácil e segura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × três =