O real impacto da pandemia no mercado de escritórios

O 9º Buildings Exclusive foi um sucesso. Confira os números, análises e tudo o que aconteceu no evento!

Realizamos ontem, 17/11, no Edifício 2525 Indianópolis (pertencente ao portfólio da Tishman Speyer), a 9ª edição do Buildings Exclusive! Diferentemente dos dois últimos encontros (realizados via live em nosso canal do YouTube em razão da pandemia), este foi presencial e muito esperado por todos.

Sabíamos o quanto era importante receber clientes e amigos, presencialmente, para a troca de ideias e experiências, sobretudo depois de vivermos um distanciamento social tão acentuado e por tanto tempo. Isso, de certa forma, acabou tornando a 9ª edição do Buildings Exclusive ainda mais especial.

Por isso, queremos destacar o quanto estamos contentes com o resultado deste encontro e com as contribuições que nossos clientes, parceiros e amigos proporcionaram.

Novidades e lançamentos

  • Expansão Latam: após mais de dois anos desde que começamos o trabalho de pesquisa e monitoramento de escritórios em Santiago, no Chile, temos agora uma base de dados pronta para que o mercado possa utilizar. São 812 edifícios monitorados na capital chilena. Além disso, a plataforma CRE Tool está traduzida e adaptada para o mercado local e muitos players já estão fazendo suas análises.
  • Módulo Shoppings: seguindo nosso processo de expansão, montamos uma equipe de pesquisa exclusiva para monitorar este segmento. Na etapa atual, estamos fazendo o preenchimento dos dados dos lojistas. O lançamento está previsto para o primeiro semestre de 2022.

Dados e análises do mercado logístico

Fernando Didziakas apresentou um panorama sobre o mercado logístico, abordou a evolução da taxa de vacância a nível Brasil desde 2013 – até a crise vivida em razão da pandemia, que no caso do setor logístico, não trouxe efeitos negativos.

Ele também abordou a evolução da taxa de vacância e a evolução do novo estoque entregue nos últimos anos – e destacou o quanto o mercado tem sido aquecido pela entrega de novos empreendimentos.

Leia também:
– Mercado logístico no Brasil bate novos recordes no 3 trimestre de 2021
– Confira 5 destaques do mercado de escritórios neste 3 trimestre de 2021

Apenas no 3 trimestre deste ano foram entregues 354 mil m². Quando se fala de atividade construtiva, são 4,58 milhões de m² que estão em desenvolvimento para aquecer o setor nos próximos meses – considerando que galpões logísticos ficam prontos muito mais rapidamente que um edifício comercial de escritórios.

Quanto à evolução da área em projeto, são 22,04 milhões de m² apenas neste 3 trimestre de 2021.

Sobre a atividade construtiva (até outubro/2021), os números são impressionantes:

  • atividade construtiva atual: 4,754 mil m²
  • área disponível: 3,702 m²
  • pré-locações: 1,052 m² (22%)
  • pré-locações (Amazon, Magalu e Mercado Livre): 485.031 m²

Entregas por ano

Mercado de Escritórios em São Paulo

Também apresentamos os números do fechamento do 3° trimestre deste ano e trouxemos algumas análises importantes, não focadas apenas nos impactos da pandemia, mas também olhando para as perspectivas do 4T de 2021 e o início de 2022.

Apresentamos um panorama geral sobre a quantidade de edifícios comerciais (corporate e office), prédios prontos, em construção e em projeto para os dois perfis (corporate e office).

Falamos sobre a evolução da taxa de vacância do universo corporate (21,37% no fechamento do 3T/2021). Analisamos a absorção líquida geral e também considerando apenas as devoluções de espaços. Comparamos a absorção líquida por região do 2T/2020 para o 3T/2021.

Fizemos uma comparação de m² devolvidos versus o estoque por região.

Também analisamos o estoque ofertado:

  • 140 mil m² em 66 edifícios que serão devolvidos nos próximos meses;
  • 58.200m² classe A / 42.400m² classe B e 40 mil m² classe C;
  • 40 mil m² são apenas reduções.

Quanto ao novo estoque e previsão de entrega:

  • 142 mil m² ainda em 2021;
  • 123 mil para 2022;
  • 133 mil m² para 2023;
  • 66 mil para 2024.

Sobre as projeções para o ano que vem, é muito difícil prever a absorção líquida. Junte-se a isso o desafio que virá por ser um ano de eleição e desafios econômicos. Seja como for, vale considerar as oportunidades.

Atenção especial para duas regiões:

  • Chucri Zaidan: com 33% de taxa de vacância no classe A e 94 mil m² de atividade construtiva;
  • Paulista: com 24% de taxa de vacância no classe A.

Não deixe de conferir as fotos do evento:

Ainda não acabou! As fotos acima são apenas uma amostra. Clique abaixo no QR Code para conferir todos os cliques do evento.

***

Lembrando que por meio da plataforma Buildings CRE Tool (utilizada para a coleta e análise dos dados apresentados), é possível obter todas as informações sobre o mercado de escritórios, condomínios logísticos e fundos imobiliários.

>> Conheça a ferramenta CRE Tool

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + três =