Osasco ganhará novo empreendimento logístico para atender demanda last-mile

Business Park Osasco

 

A Galícia Desenvolvimento Imobiliário está à frente do projeto previsto para agosto de 2022. Demanda last-mile é cada vez mais crescente.

O setor logístico protagonizou um intenso aquecimento desde o início da pandemia, em março de 2020, com as compras on-line impulsionando o e-commerce – hábito adotado por milhões de brasileiros em razão do confinamento social e das lojas e shoppings fechados.

Não à toa, galpões e empreendimentos logísticos tiveram seu pico de construção e entrega entre 2020 e 2021. Para se ter ideia, os dados do 4T/2021 apurados pela Buildings, apontam mais de 1,1 milhões de m² de novo estoque entregue no Brasil, um recorde até então sem precedentes.

Além do volume de atividade construtiva e novo estoque, outro destaque do setor é a absorção líquida positiva, tanto do 4T/2021 quanto no 1T/2022. No 4T/2021 os números foram superiores a 900 mil m²; neste 1T/2022 os números apontam 409 mil m².

Sobre o estado de São Paulo, maior centro comercial e logístico do Brasil, o volume de novo estoque entregue também merece destaque.

Os dados do 4T/2021 apontam o volume de 847 mil m² entregue em São Paulo, o maior do ano de 2021. Neste 1T/022 os números apontam 349 mil m². Para conhecer a ferramenta Buildings CRE Tool, o bigdata do mercado de real estate, clique aqui.  

Novo projeto last-mile em construção em Osasco

Justamente por estar atenta a essa demanda acentuada por novos espaços logísticos, é que a Galícia Desenvolvimento Imobiliário está desenvolvendo um novo, moderno e versátil projeto de galpões last-mile na cidade de Osasco (grande São Paulo).

O novo galpão last-mile é um triple A com área total de 8.747 mil m², cross docking, piso para 5 toneladas, possibilidade de compartimentação, pé direito de 12 metros, 16 docas e 9 portões para acesso de veículos ao galpão. Além disso, ainda oferece a possibilidade de ocupação de escritórios.

E isso sem mencionar a localização privilegiada do condomínio, condição extremamente relevante para o sucesso de qualquer operação logística.

O novo galpão last-mile fará parte do Business Park Osasco, um complexo logístico/industrial consolidado na região de Osasco, que atrai uma gama de empresas muito diferentes e com necessidades específicas.

Com entrega prevista para agosto de 2022 – a menos de 4 meses completos – grandes empresas do setor de vendas on-line, a exemplo de Mercado Livre, Amazon, Magazine Luiza e outras, poderão enxergar novas alternativas para instalar ou expandir sua operação logística em Osasco – se assim desejarem.

Veja algumas fotos da construção:

Galpão em construção. Entrega prevista para agosto de 2022.

Entrega prevista para agosto de 2022.

Novo empreendimento logístico alia alto padrão e flexibilidade ao lado da estação de trem

Rafael Angeles, Diretor Executivo na Galícia.

Rafael Angeles, Diretor Executivo na Galícia, conversou com a Buildings no escritório do Business Park Osasco. Nesse bate-papo, ele destacou que Osasco tem se tornado uma cidade atraente para grandes empresas já há alguns anos.

Não à toa, o novo projeto logístico em construção dentro do condomínio vem para atender uma demanda cada vez mais aquecida: a de entregas rápidas dos produtos aos consumidores, o chamado last-mile.

O last-mile no e-commerce é focado em processos que visam otimizar a eficiência da entrega ao cliente. Afinal, quando um cliente recebe sua mercadoria rapidamente e sem avarias, fica extremamente satisfeito. Isso sem mencionar a grande vantagem competitiva para a região.

“Em geral, na operação last-mile o produto chega no galpão durante a noite e já sai para entrega no dia seguinte logo pela manhã. A ocupação se concentra no piso, pois não há tempo para verticalização”, explica Angeles.

Mas não apenas isso. O galpão também permitirá armazenamento tradicional com uso bastante flexível dado o pé direito de 12 metros e a capacidade do piso.

“Decidimos investir neste novo galpão, no único quarteirão do condomínio onde o prédio antigo da indústria não permitia ocupação. Era um prédio muito específico, e ao retirar as máquinas que ocupavam essa área, o que sobrou não era locável. Por isso, decidimos demolir e reconstruir algo do zero”.

Prova da qualidade e eficiência desse novo projeto é o fato de ser um produto tão moderno quanto o mercado logístico tem absorvido nos últimos anos. Além disso, merece destaque por ser um diferencial para o próprio Business Park Osasco.

“Será o mais moderno que teremos aqui. São 8,7 mil m² de área construída, 16 docas para operação logística, pé direito livre de 12 m, portões no fundo para acesso de veículos leves dentro do galpão, já para deixá-lo preparado para as operações de entrega rápida, pensando justamente no e-commerce. Isso não é muito comum, mas nós queremos oferecer o melhor ao mercado”, orgulha-se.

Além disso, com algumas adaptações de ocupação, poderá abrigar escritórios, como o próprio Mercado Livre, a 99 Taxi e o Uber fizeram na região.

“Mesmo sendo um galpão, as empresas locadoras terão flexibilidade para adaptá-lo para uso corporativo. Elas poderão fazer adaptações e montar seus escritórios, aproveitando a boa mobilidade para os funcionários, pela proximidade com a estação de trem”.

Outro diferencial do condomínio diz respeito à ocupação industrial. Segundo ele, existe uma disponibilidade de energia muito grande no local.

“Éramos uma indústria e o complexo já era preparado para isso. Para instalar uma subestação de energia para grande consumo, leva-se de 6 meses a 1 ano. Nas condições que dispomos aqui, é possível pular essa etapa do processo. Não há necessidade de fazer qualquer solicitação para a distribuidora de energia, pois já temos isso lá, instalado e pronto para uso”, ressalta o diretor.

Veja mais algumas fotos da construção:

Diferenciais competitivos de Osasco

Matéria recente do Estadão apontou que Osasco se tornou um celeiro de unicórnios. Isso significa que das 34 startups que atingiram valor de mercado superior a US$ 1 bilhão na América Latina – 22 delas sediadas no Brasil, seis estão no município osasquence.

Isso é um fato muito relevante para a cidade.

Grandes empresas estão instaladas e bem assistidas em Osasco, a exemplo do Mercado Livre (logística), Uber, iFood, Rappi e 99 Taxi, atraídas pela mobilidade, tecnologia e questão tributária oferecidas.

“Osasco está colada à capital. Isso faz com que muitas pessoas fiquem até confusas se estão em São Paulo ou em Osasco. Além disso, ela está muito diferente do que foi no passado, quando era mais industrial. Hoje se tornou uma cidade de gente, com muitas empresas de serviços e tecnologia”, explicou.

Com todos os benefícios da região metropolitana de São Paulo, o condomínio Business Park Osasco reúne facilidades únicas de acesso e deslocamento.

  • É atendido por uma ampla rede de transporte público: a estação Comandante Sampaio (Linha 8–Diamante da CPTM) está a apenas 6 estações da Barra Funda (SP); também está a 6 estações de Pinheiros (Linha Amarela que dá acesso ao metrô); e está a 6 estações de Barueri (onde há o bairro de Alphaville, polo comercial da cidade);
  • Está localizado a apenas 8 minutos de São Paulo e sem pedágio para a capital;
  • Fácil acesso às rodovias: Rodoanel Mário Covas, Rodovia Castelo Branco, Marginal Pinheiros e Marginal Tietê.

Outro destaque é o ISS (Imposto Sobre Serviço), mais acessível que na capital paulista e outras cidades da região. Ou seja, a questão tributária também é um ganho para as empresas que se instalarem em Osasco.

A cidade também conta com mão-de-obra qualificada (muitas faculdades técnicas e tecnológicas).

Leia também:
Crescimento, redução ou estabilidade no pós-pandemia? Confira as análises do 10º Buildings Exclusive
Aplicativo Daki anuncia novo centro de distribuição em Barueri
Novo centro logístico de Cajamar alia infraestrutura de ponta à qualidade de vida dos seus usuários
Sobre o Business Park Osasco

Além de conciliar fácil acesso às principais rodovias, portos e aeroportos do estado, os galpões customizados do Business Park Osasco oferecem uma locação sob medida para empresas de todos os portes e segmentos.

“Atualmente, metade da ocupação do condomínio é por indústrias; a outra metade é de serviços e logística”, disse Rafael Angeles.

Ele destaca que mesmo a crise mais acentuada entre 2015 a 2018 não transformou a taxa de vacância em algo preocupante.

“Nos últimos 10 anos temos investido em condomínios logísticos e a prova do sucesso do nosso empreendimento se reflete na taxa de vacância, que sempre foi muito baixa aqui, e agora está em quase zero, além da diversidade de empresas instaladas”.

Novidade para 2023: construção de escritórios de alto padrão com ótimo custo-benefício

De olho na retomada do mercado imobiliário, o condomínio Business Park Osasco tem aspirações também voltadas ao mercado de escritórios.

“Para o futuro, já iniciamos a preparação de um conjunto de prédios corporativos de aproximadamente 25 mil m² de laje comercial. Acreditamos que empresas de tecnologia vão se interessar e ficarão muito bem instaladas aqui”, ressaltou Angeles.

O projeto em questão prevê lajes corporativas, com prédios verticalizados, entre 7 e 10 andares, com o máximo de eficiência possível.

“Já estamos desenhando o projeto com os escritórios de arquitetura e vamos começar a fase de aprovação legal dentro deste semestre ainda. Ele vai nascer na parte da frente do condomínio, antes da linha do trem. Também poderá ser a área administrativa para as empresas que já alugam galpões no condomínio”.

O objetivo é fazer uma ocupação corporativa tão moderna quanto os prédios já conhecidos de São Paulo:

  • Serão dois prédios entre 7 e 10 andares cada
  • Com características de ocupação modernas e eficientes
  • Com infraestrutura e lajes amplas
  • Com excelente custo-benefício
  • Valor de aluguel competitivo
  • E novamente a apenas 100 metros de distância da estação do trem (Comandante Sampaio)

O novo prédio de escritórios está previsto para 2023.

Sobre a Galícia Desenvolvimento Imobiliário

A Galícia Desenvolvimento Imobiliário conta com um portfólio de mais de 170.000 m² e viabiliza locações customizadas para oferecer para empresas de diferentes portes, soluções arrojadas com o máximo de adequação aos seus segmentos de atuação.

Atua para adequar seus galpões e lajes às necessidades de cada locatário. Com isso, dispõem de:

  •  Locações customizadas de galpões e escritórios
  •  Adequação às necessidades e porte de cada empresa
  •  Flexibilidade e agilidade na customização
  •  Suporte do projeto à implementação
  •  Localizações privilegiadas

Para conhecer mais da Galícia Desenvolvimento Imobiliário, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 − 1 =