Como será a adaptação nos projetos de escritório pós-pandemia

Por Target Real Estate

Após um ano da Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar publicamente a instauração da pandemia no mundo, a população mundial ainda sofre com os reflexos do vírus que se propagou abruptamente sobre todos os setores do cotidiano.

O comércio que ficara dias de portas fechadas por conta de decretos municipais, os trabalhadores autônomos e informais que se viram obrigados a permanecerem em suas casas e, inegavelmente, os serviços de saúde foram os mais afetados devido à superlotação dos hospitais.

Entretanto, os projetos de arquitetura e, consequentemente, os engenheiros e arquitetos se viram perante uma situação completamente nova, sendo submetidos à inúmeras mudanças.

Empresas de call center adotaram um modelo de projeto que não será mais visto nos próximos anos. Distanciamento social, higienização prática e espaços abertos serão palavras-chaves para as novas concepções corporativas.

Adensamento de pessoas no mesmo espaço agora será coisa do passado.

Leia também sobre outros temas:
– Infinity Tower conquista a Certificação Guiaderodas
– Escritório no formato Plug&Play ganha força em meio à pandemia
– Mobilidade e estacionamento: como será o futuro?

O que esperar dos novos escritórios?

O mercado em geral já vem aderindo às modificações provocadas pelo novo coronavírus. Com isso, os principais tópicos que deverão ser aplicados aos novos escritórios corporativos seguem listados abaixo:

  • Distanciamento controlado
    A interação entre a equipe é um ponto importante e indiscutível, contudo, essa aproximação carece de monitoramento. Com isso as estações de trabalho, antes próximas umas das outras, agora passam a ter um painel de proteção entre cada bancada com o objetivo de reduzir o risco de transmissão. Um ponto positivo nesta nova adaptação é que as empresas que produzem estes painéis vêm se preocupando também com o conforto acústico promovido pelos mesmos, o que possibilitará um local de trabalho mais confortável para os colaboradores.
  • Mobiliário de fácil higienização
    Agora mais do que nunca, a limpeza e a higienização dos escritórios serão fundamentais para conter a disseminação do vírus. Para facilitar este trabalho, os novos móveis deverão ser de materiais que permitam uma limpeza facilitada, bem como uma rápida desinfecção em consequência do alto volume de tráfego de usuários, principalmente nas recepções, elevadores e halls de entrada.
  • Salas de reuniões menores e ampliação dos espaços abertos
    Muito se fala sobre aglomerações no transporte público, restaurantes e shoppings, e reduzir a quantidade de pessoas no mesmo local também é uma tarefa que deve ser aplicada nos escritórios corporativos. As salas de reuniões que antes comportavam facilmente mais de 10 pessoas, agora passam a ter a possibilidade de separação através de divisórias móveis. Já as salas menores para 02 ou 04 pessoas começam a se espalhar por todo o escritório. As cabines de privacidade para reuniões mais informais também terão o seu espaço. Ao invés de salas fechadas, a introdução destes módulos serão alternativas seguras e saudáveis para seus ocupantes. Por outro lado, embora o home office tenha seus benefícios e a segregação seja importante, ainda assim os reencontros e as interação do time não serão negligenciados. Para que isso ocorra com maior nível de segurança, as novas áreas de descompressão deverão ter mais aberturas para ventilação natural e os espaços externos poderão ser adaptáveis para o momento das refeições.
  • Flexibilização de horários
    Segundos os profissionais da área, encontrar medidas funcionais que garantam mais conforto e segurança aos seus colaboradores será essencial, incluindo a flexibilização dos horários de entrada, saída e até do almoço.
  • Ambientes híbridos
    O mundo corporativo possui uma grande vantagem que perdurará nos próximos anos: a possibilidade de mesclar o trabalho remoto com o presencial. Mas para isso terá de vencer um outro grande desafio, que é manter os times integrados, investindo em infraestruturas de TI e equipamentos para videoconferências.
  • Biofilia terá seu lugar no mercado dos novos escritórios
    Em um momento que se preza tanto pelo isolamento social, claramente a população passou a perder o contato com a natureza e ambientes externos. Fugindo da materialização e buscando reconectar as pessoas, trazendo um pouco mais de aconchego e bem-estar às mesmas, a Biofilia passará a ser constantemente empregada nos novos projetos, utilizando materiais naturais como madeiras, pedras e vegetações.

Por fim, esta série de mudanças implicará não somente na relação pessoas-espaço, mas também na metragem que as empresas utilizavam antes do início da pandemia.

Dependendo da direção que cada negócio opte por seguir, é evidente que ocorrerá uma redução ou expansão nos ambientes em que ocupam, evidenciando o constante movimento do mercado imobiliário corporativo.

***

Por meio da plataforma Buildings CRE Tool é possível ter acesso a informações de mais de 8.000 imóveis comerciais, entre escritórios, condomínios logísticos e fundos imobiliários. Se você ainda não conhece, não perca tempo!

>> Conheça a ferramenta CRE Tool

Já conhece o canal da Buildins no Youtube? Confira alguns dos vídeos mais recentes:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × um =